Archive | Lua de Mel RSS feed for this section

Lua de Mel – Buenos Aires / Argentina

25 Nov

E om o sobe e desce do dólar (dólar turismo está em R$1,89!!!!), melhor ser conservador e não por em risco a Lua de Mel, não é?

Destino de hoje: BUENOS AIRES!

Terra dos hermanos, charmosíssima e super hospitaleira. Essa é Buenos Aires.

Eu já fui uma vez, correndinho, para aproveitar o fato de eu trabalhar, na época, numa empresa de transporte aéreo.

Fiquei 4 dias, no hostel Giramondo, no bairro Palermo. O bairro é uma delícia, super tranquilo. De lá há muitas opções de saída para todos os lugares turisticos da cidade.

Como fui só e não queria fazer passeio de turista, com cara de turista, chamava lá no hostel quem quisesse ir para o mesmo rumo que eu. Passei pela Plaza de Mayo, Cemiterio de La Recoleta, el Caminito, Estadio do La Boca, vi uma tarde de tango de rua em San Telmo e acabei com meu cartão de crédito no Dutyfree. Também fui em um museu que não lembro onde é. O que eu gostei mesmo foi a feirinha de artesanato que tinha do lado de fora e era muito mais interessate.

Bom, como acredito que na Lua de Mel ninguém vai se aventurar como eu, recomendo que acessem aqui o site de turismo próprio da cidade, com guias de serviços e lugares para ficar.

Fica ainda outra dica: em março do ano passado, eu e minhas irmãs mandamos nossos pais para lá, como presente de aniversário de casamento. Fechamos um pacote bem legal pela CVC, com 5 dias (se não me engano), vôo sem escala, pacote de passeios pelo Porto Madero, Rio Plata, Caminito, Noite de Tango, e mais um tour pela cidade, com lugares legais para comer e beber. O hotel em que ficaram ficava na rua Florida, onde também tinham fácil acesso a todos os pontos legais. Na verdade, esse lugar é bem privilegiado, pois o taxi na cidade é barato demais e, com as distâncias curtas, fica quase de graça.

Dicas de quem foi sozinha:

01) Para entrar na Argentina, é preciso apenas portar o RG. Não precisa de visto, nem passaporte.

02) Chegando em Ezeiza (é como o aeroporto de Guarulhos aqui para nós), vai ter um monte de taxista cobrando a prtir de cem pesos para te levar até  seu destino. Eu paguei 35 pesos para um fretamento de ônibus, que me deixou no metrô, na avenida 9 de julho de lá. De lá peguei um metrô e desci numa estação próxima do bairro onde eu ficaria. Preços do fretamento + metrô: 36 pesos (R$20 na época). Desci na estação (que esqueci o nome agora) e andei 4 quadras. Pronto! Estava na calle Güemes, 4.802.

03) Há ônibus direto de Ezeiza para Buenos Aires. Mas demora 2 horas. O preço? Dois pesos. De fretado não dá uma hora.

04) O transporte lá é muito barato. Carregue dinheiro trocado, em moedas (monedas / plata) para andar de ônibus. Eles não aceitam notas normalmente.

05) Não marque bobeira com máquinas e itens de valor. Há trombadinhas, assim como aqui, que aproveitam a distração dos turistas.

06) O cartão telefônico para chamadas internacionais é ridiculamente barato. Acho que foram 10 pesos que paguei por um. Não usei metade dele. Acabei jogando fora, por conta do prazo de validade. Liguei para casa e parecia que o crédito não acabava. No hostel Giramondo, o cartão é vendido pelo pessoal do balcão mesmo.

07) O Giramondo foi indicação da irmã de um amigo que trabalhava comigo. O pessoal que trabalha lá é super pra cima e a galera que lá habita é muito do bem. Mas, de qualquer forma, leve cadeados para poder trancar seus pertences nos armários dos quartos. Lá é um albergue de mochileiros e é natural dividir quartos com estranhos. E é bom demais ter uma amostrinha do mundo tão acessível.

08) No porão do hostel tem uma espécie de bar, que abre quando a galera fica por lá a noite. Em uma das noites caiu um pe dágua e ficamos todos por lá. Nunca dei tanta risada como naquele dia. A galera sempre super animada e o pessoal que trabalha lá anima a qualquer hora.

09) A vida noturna de Palermo bomba. São muitos bares por lá. Procure alguém responsável pelos “pedágios”. Funciona assim: vpcê paga R$35 pesos, enche a pança de empanadas e vai numa espécie de procissão, de bar em bar, e onde parar o bar te dá um “shot” de alguma bebida. Até o quarto você bebe todos. Depois você começa a falar uns nãos.

10) O castellano falado por lá é sim diferente do nosso português. Tem muita gente que acha que dá pra entender tudo. Se o argentino falar de vagarinho, você até entende algumas palavras. mas se você não conseguir passar a mensagem em castellano, nem em inglês, fale em português mesmo. Eles vão entender. Lá chove de brasileiros turistas todos os meses do ano.

11) O peso é muito desvalorizado com relação ao real. Isso favorece demais pessoas que, como eu, não se programaram para viajar. Atualmente, um peso argentino não custa R$0,50. Acompanhe por aqui a evolução do peso com relação ao real.

Acho que é isso, gente.

Ficam algumas imagens da bela Buenos Aires. Não estou com fotos minhas aqui no note. Qualquer dia eu coloca as fotos que tirei de lá (não são fotos de turista, pois não tenho esse tino).

 

caminito caminito00 caminito01 caminito02 caminito03 casarosada catedral_metropolitana estadio-river-plate jdbotanico_palermo labombonera prac3a7adocongresso puerto-madero puerto-madero00 puerto-madero01 puerto-madero02 recoleta recoleta00 recoleta01 recoleta02 recoleta03 san_telmo

Advertisements

Lua de Mel – Bonito (MS)

1 Nov

Primeiro vamos falar sobre o dólar, né minha gente: BAIXOU!
Estamos falando em R$1,75. Sim, meu bem, ainda está alto, mas está melhor do que os R$1,88 de alguns dias atrás.

E agora, com vocês, MARAVILHOSO Bonito (MS)

balneario-municipal11

Bonito seria uma pacata cidadezinha do interior se, em meados dos anos 70, o peão de uma fazenda não tivesse descoberto um buraco no chão. Dentro do buraco de 72 metros de profundidade – batizado de abismo Anhumas – havia um imenso lago de águas cristalinas tomado por estalactites. Aos poucos, o tal buraco, a encantadora gruta da Lagoa Azul, as cachoeiras e os rios incrivelmente transparentes e repletos de peixes coloridos ganharam fama e infraestrutura turística, tornando a região, na década de 90, uma espécie de Disney ecológica. Cavernas e quedas d´água transformaram-se em pano de fundo para a prática do rapel; as matas foram cortadas por trilhas planejadas e circuitos de arvorismo; e os rios – verdadeiros aquários naturais graças ao calcário das rochas que contornam os leitos – viraram cenários para mergulhos autônomos e livres. E assim deverá continuar para sempre.

Flutuação é o esporte mais praticado, tamanha a variedade de peixes nos muitos rios de águas cristalinas.

Exemplar no quesito turismo sustentável, Bonito faz bonito quando o assunto é preservação e exploração da natureza de maneira responsável. Por questões ambientais, os passeios que levam a cachoeiras, grutas, trilhas e nascentes são obrigatoriamente acompanhados por guias locais credenciados. Sem eles, é impossível curtir os atrativos – muitos recebem um número limitado de visitantes por dia e ficam dentro de propriedades particulares, sendo fundamental fazer reservas com antecedência nas agências da cidade. A rígida fiscalização proibiu, por exemplo, o rapel no Buraco das Araras – o interior da fenda é abrigo de aves diversas -, além de uma série de outras atividades, como a pesca nos rios da região. Todo o esforço é válido para conservar as belezas que tanta fama garantem ao lugar.
Paraíso dos aventureiros, Bonito reserva espaço também para quem quer apenas contemplar os santuários. Para esta turma há cavalgadas e passeios de bicicleta. E, por mais que a água seja fria, não há como se esquivar da flutuação, uma espécie de mergulho livre. Equipado com máscara, snorkel, roupas e botas de neoprene, basta soltar o corpo que a correnteza e a natureza se encarregam do resto: apresentar as magníficas e coloridas flora e fauna dos rios, que por tanto tempo ficaram isoladas pelo anonimato.

610_bonito021 496377275-g1 aquario1 balneario_municipal_6001 balneario-municipal11 bonito1 ceita_0311 ceita_1911 dsc_00531 economico1 flutuac3a7c3a3o-no-rio-da-prata11 flutuac3a7c3a3o-no-rio-da-prata21 flutuac3a7c3a3o-rio-da-prata11 flutuacao-rio-sucuri-21 flutuacao-rio-sucuri-311 fotosucuri1_1 FLUTUA‚AO NO RIO SUCURI gruta-azul1 lagoa1 ori51vulcaodoriodapratamarcelokrause1 FLUTUA‚AO NO RIO SUCURI rafting-rio-formoso21 rio-do-peixe11 riosucuri003_6001 rio-sucuri-bonito1 super-economico1 turismo11

Gente, eu sempre achei que bonito fosse bonito mesmo.
Ainda não conheci, mas depois da pesquisa e das fotos que garimpei, eu acho que deveríamos mudar o nome de Bonito para MARAVILHOSO.
Quem concorda, levanta a mão!

Já anotei como destino VIP na minha listinha de cotações para lua-de-mel.

Imagens: reprodução
Mais infos: FériasBrasil

MAIS TARDE TEM MAIS POST!!!

Beijo

Planejamento – Lua de Mel

14 Oct

11-28-brookeschwab

Pessoar, lembram da listinha de afazeres que postei AQUI?

Pois é… falta pouco mais de um ano até o nosso casório (mais especificamente 1 ano e 27 dias – MEDO!!!)

Há muitas coisinhas da minha listinha de afazeres para esta época de mais de um ano que ainda não concluí.

Duas delas são:

06 – Escolher destino da Lua-de-Mel
07 – Montar roteiro da Lua-de-Mel ou contratar agência

Esses dois itens serão adiados, pois precisamos ver como vai ficar o dólar, se teremos a grana para viajar para fora ou se optaremos por destinos nacionais.

Conforme eu for publicando os posts sobre os locais legais para viajar de lua de mel, eu vou atualizando a situação do dólar, ok?
Daí, acredito que lá pela letra J já teremos alguma coisa sobre o dólar e vamos poder decidir o que fazer e para onde ir.

Por falar nisso, o dólar turismo de 13/10 fechou em R$1,82.

Beijos!

Lua de Mel – Austrália

5 Oct

>>>Breve<<<
O dólar tá em alta ainda, minha gente. Para hoje, o dólar turismo está em torno de R$1,88.

Se para a sua lua-de mel você quer um lugar lindo, ryco e desnvolvido, você pode ficar aqui pelo Brasil mesmo. AHAM!!! (só para o Lula isso existe)

Chega de graça. O destino de hoje é AUSTRÁLIA!

canguru1

Terra de cangurus e aborígenes (hehehehe, com certeza quando falamos em Austrália é uma das primeiras coisas que vêm a mente), o país pertence ao hemisfério sul, localizado na Oceania. Possui ótimas estradas para se viajar de carro (aí uma esperta pára e pensa: ah, não sabia que dava para ir para lá de carro. AHAM. Vai que dá), pois as estradas são muito bem pavimentadas e o trânsito é um dos mais civilizados do mundo. Em muitas paradas se oferece, gratuitamente, café, chocolate e água para os viajantes e, como as distâncias são longas, é recomendado planejar bem a viagem de carro.
Sua moeda é o dólar australiano, a sexta moeda mais usada do mundo.
Possui um patrimônio mundial da Unesco – Royal Exhibition Building, em Melbourne.
Entre os diversos pontos turísticos a visitar destacam-se: Sydney Opera House, Albert Park Lake (Melbourne), Burley Griffin (Camberra) e Jardim Botânico de Adelaide.
Sabe qual é a capital da Austrália? Já ia respondendo Sydney, certo? Mas errou. A capital da Austrália é Camberra (em dialeto aborígene significa “ponto de encontro” ou “lugar conhecido”), localizada a 150 km do litoral, sendo a maior cidade do interior. Situa-se no extremo norte do Território da Capital da Austrália, 300 km a sudoeste de Sydney, e 650 km a nordeste de Melbourne.
Quando pensamos em Austrália, sempre lembramos de praias e surfistas, mas há também a parte árida do país, que possui deslumbrantes paisagens.
Se você é da turma do caneco, pode apreciar os vinhos australianos (que estão entre os melhores do mundo) ou tomar um engov e ir conhecer os 22 tipos diferentes de cerveja do país. A mais famosa é a Victoria Bitter ou VB, para os íntimos.
Para comer, tem desde ostras, mel e cordeiro em New South Wales; azeite em South Australia; salmão na Tasmânia; laticínios em Victoria; frutas em Queensland; e queijos em Western Australia. O churrasco, famoso Barbecue (BBQ ou inda ‘Barbie’) também é famosão por lá.

5 115_749-alt-australia 220px-barossa_valley_south_australia 220px-koala_climbing_tree 220px-redroo 220px-surfers_paradise_beach_queensland 250px-port_arthur_seeseite 300px-bathurst_island_men 800px-mt_hotham_alpine_range_scenery 01643594800 acomodacao_australia albert_park_lake_wallpaper_5w1ic albert-park-lake albert-park-lake02 australia_mt australia01 australia-home OLYMPUS DIGITAL CAMERA endeavour_replica_in_cooktown_harbour f foto_sydney_opera_house jardim-botc3a2nico-de-adelaide01 jardim-botc3a2nico-de-adelaide02 jardim-botc3a2nico-de-adelaide03 lakegiffin royal-exhibition-building01 royal-exhibition-building02 royal-exhibition-building03 sem-tc3adtulo sun-kissed-sydney-australia sydney-harbor-at-dusk-australia

 

Vocês lembram da reportagem do “Melhor Emprego do Mundo”?
Então, fica lá. É na ilha Hamilton, no estado de Queensland.

Se coçou, né?
Eu também.

Mais informações:
BeHappy Viagens

Lua de Mel – Angra dos Reis

29 Sep

>>>Prévia<<<
Lembram que eu falei AQUI sobre o aumento do dolar?
Pois é.. ele ainda não deu trégua!
Hoje dei uma fuçada no site Uol Cambio, e o dólar turismo está em torno de R$1,87.

…voltemos ao que interessa:

Post de hoje:Lua de Mel em Angra dos Reis

angra-dos-reis-06

Pensem numa pessoa que sofreu muito para escolher o destino nacional com a bendita letra A?
Eram tantas opções maravilhosas…
De todos os lugares lindos e maravilhosos que esse Brasilzão de meu Deus possui, eu fiquei louca com as imagens de Angra.
Lugar fascinante, de natureza exuberante.

Sobre Angra dos Reis

São 365 ilhas em um mar de águas verdes e cristalinas.
Os passeios de barcos levam os turistas aos mais cenários variados e paradisíacos.
Há recantos isolados (preferido pelos ricaços e famosos) e parias badaladas, com a do Dentista, onde o engarrafamento de lanchas e iates é constante na alta estação. Por ali, a mordomia tem espaço de sobra – os bares flutuantes levam drinks e petiscos até às embarcações logo após os pedidos serem feitos via rádio.
Angra foi contemplada, ainda, com uma diversificada e colorida vida marinha, o que faz da região um dos melhores pontos de mergulho do país. Além de peixes de inúmeras espécies, moluscos, crustáceos, tartarugas e moréias, os adeptos da atividade encontram naufrágios escondidos. Quem aposta somente nos equipamentos básicos, como máscara e snorkel, também não se decepciona – nos arredores das ilhas Botinas, cartão-postal do destino, há muitas belezas a serem apreciadas debaixo d’água.
Em terra firme, as atrações ficam por conta do Centro Histórico, com casario colonial, conventos e igrejas; e dos charmosos restaurantes do bairro da Vila do Frade. Em muitos estabelecimentos, apreciar a paisagem é tão prazeroso quanto degustar os pratos. Depois do jantar, caso seja verão, todos os caminhos levam ao mar novamente – o agito noturno também tem as ilhas como pano de fundo. O endereço muda a cada temporada, mas a pista está sempre fervendo.

Há pousadas e atividades para todos os tipos de bolsos, sendo bastante interessante pesquisar promoções válidas para a época que vocês optarem por ir.
Pelo site Decolar.com, há muitas opções de pacotes que cabem no bolso.

04 4-4df9294d1a281 angra-dos-reis-3 angra-dos-reis-4 angra-dos-reis-5 angra-dos-reis-6 angra-dos-reis-7 angra-dos-reis-8 angra-dos-reis-9 angra-dos-reis-10-550x412 bxk7857_praia-brava-angra-dos-reis-rj800 fotobotinasangra mb_cn_vistaaerea

Mais informações:
Angra dos Reis.com
Prefeitura de Angra dos Reis

#ficaadica

Lua de Mel – Desafio de A a Z!

29 Sep

fotos_de_casamento_fail_noivos_mala_thumb1

Pípous, pensei numa coisa aqui para o blog:
Vou me dar o desafio de postar destinos de Lua de Mel aqui, de A a Z, para destinos nacionais e / ou internacionais.
E, para cada letra, pelo menos um destino.

Será que eu consigo?
Resgatar minhas apostilas de Geografia, para não fazer feio, rs.

Começarei, portanto, pela primeira letra do alfabeto: A.

Não perca o próximo post!

Beijos!

Lua de Mel – Rio de Janeiro

24 Sep

Com o dólar em alta, nada mais sensato que buscar outras opções de destinos para a Lua de Mel.
E não tinha como eu não iniciar por ela, a cidade maravilhosa.

Post de hoje: Lua de Mel no Rio de Janeiro

rio-janeiro

Sobre o Rio de Janeiro
Aos caprichos da natureza, que colocou mar e montanha lado a lado em perfeita harmonia, juntam-se o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar, o Maracanã e o estilo de vida despojado e festeiro do carioca. Mais que um cartão-postal, o Rio é um estado de espírito, sempre alegre e de alto-astral. Também, pudera – a cidade tem cerca de 30 quilômetros de orla contornada por calçadões e ciclovias tomadas por gente o dia inteiro caminhando, pedalando, correndo ou apenas observando o movimento.
Além das praias – da democrática Copacabana à extensa Barra da Tijuca, passando pela neo-hippie Ipanema – tem ainda a Lagoa Rodrigo de Freitas, o Parque do Flamengo e a Floresta Tijuca, emolduradas por belos cenários naturais e espaços de sobra para a prática de esportes ao ar livre.
O Rio, porém, também é da noite e reflete na Lapa toda a sua boemia. O bairro, que passou por um longo período de decadência, volta a ser ponto de encontro dos fãs do samba – mas também abre espaço para os mais diversos estilos musicais que invadem casas como o Circo Voador e a Fundição Progresso.
Pertinho da Lapa, a antiga capital do Império e da República guarda um belíssimo acervo arquitetônico dos séculos 19 e 20 que hoje abriga museus e espaços culturais. Reunidos no Centro da cidade, os prédios podem ser conhecidos em um passeio a pé pela Cinelândia, onde estão construções como o Theatro Municipal e o Museu Nacional de Belas Artes; e arredores da Praça XV, contornada pelo Paço Imperial, o Centro Cultural Banco do Brasil, a Casa França-Brasil… Uma vez na região central, aproveite para pegar o bondinho, atravessar os Arcos da Lapa e aportar no bucólico bairro de Santa Teresa, com ruas estreitas e repletas de sobrados que funcionam como ateliês, bares e lojas.
Badalado por natureza – o Rio é sede de grandes eventos culturais e esportivos ao longo do ano -, a cidade fica ainda mais movimentada no verão, quando as duas principais festas do país atraem gente do mundo todo. No Réveillon, toneladas de fogos de artifício colorem os céus de Copacabana para saudar o Ano Novo, enquanto no Carnaval a folia toma conta das ruas, tendo sua apoteose no Sambódromo, cenário dos concorridos desfiles das escolas de samba. E por falar nas agremiações, assim como elas e os times de futebol, todo carioca tem seu boteco do coração. Programa obrigatório depois da praia, o chope bem tirado conduz aos botequins – pés-sujos ou bem limpinhos – onde petiscos como caldinho de feijão, pastéis e sanduíches de pernil valem por uma refeição.

Veja fotos:

11 300px-sugarloafcablecar 330 331 203448239_3ddb008a65 aniversario-ponte ccc circo-voador-lapa copacabana_beach_at_rio_de_janeiro_brazil cristo_redentor cristo_redentor-10 cristo_vista_panoramica cristo20redentor5 lagoa

 

Mais informações:
Guia Oficial – Rio de Janeiro
Prefeitura do Rio de Janeiro

Lua de Mel – Vai viajar para o exterior?

21 Sep

Oi pípous.

Hoje quero falar de dinheiro.
Vocês estão acompanhando as últimas notícias sobre o aumento do dólar?

dindin

 

E já se deram conta do que isso significa quando falamos de planejamento da Lua de Mel?

Pois bem, eu sofri ontem na frente da TV, com a reportagem que passou na Globo: um casal, que voltou agora da lua de mel, se ferrou. Foram para Nova York e compraram US$3.000 de coisinhas no cartão de crédito antes do aumento do dólar.
Mas por que eles se ferraram se eles compraram antes do aumento?
Simples: a fatura do cartão só chegará daqui a alguns dias, o que significa que eles terão de pagar com a nova taxa.
Segundo a entrevista, isso dará um prejuízo de mais de R$500,00 para eles.
É dinheiro!!!

Eu estou cotando lugares para nossa Lua de Mel. Mas agora vou ter que esperar mais para matar este item na minha listinha de afazeres, pois se o dólar não baixar, vou ter que riscar alguns possíveis destinos da lista de opções.
Há alguns dias, viajar para o Nordeste brasileiro estava cerca de R$2.900 por pessoa. Enquanto que viajar para o Caribe, por exemplo, estava apenas R$400,00 mais caro.
Perguntem para onde eu estava querendo ir?

Aham! Acertou quem respondeu Caribe.
Agora, nega, é hora de esperar e cogitar outras novas possibilidades.

Por conta deste aumento, muitas pessoas que pretendiam viajar para o exterior no final do ano, cancelaram suas reservas, pois esperam que o dólar irá ter uma futura baixa.
E quem já fechou viajem? Sim, se ferrou. Esses terão que sambar miúdo para fazer render a grana que levarão para fora do país.

Se quiserem ver a reportagem que citei acima, cliquem aqui.

Abaixo, um trecho da reportagem da Gazeta do Povo:

Dólar turismo chega a R$ 1,89 e faz brasileiros cancelarem viagem
“O cenário externo cheio de incertezas e mudanças nas apostas de grandes investidores no mercado futuro de câmbio provocou nesta segunda-feira (19) a maior alta percentual do dólar comercial em 16 meses (desde 6 de maio de 2010) e o valor mais alto desde 21 de julho de 2010. A moeda americana subiu 2,71%, para R$ 1,780.
Pela manhã, chegou a avançar 3,87%, a R$ 1,80, uma marca que não era rompida há mais de um ano. O rápido avanço do dólar – que acumula agora uma alta de 11,74% apenas em setembro – começa a atrapalhar os planos de quem pretende viajar para o exterior no fim do ano…”
“…Desde o piso em 26 de julho deste ano, quando custava R$ 1,65 nas agências de viagens, o dólar turismo acumula uma alta de 14,55% até esta segunda-feira (19). Uma viagem de uma família para a Disney, em Orlando, de US$ 10 mil – que, em reais, custava R$ 16,5 mil em 26 de julho – passou a custar, nesta segunda-feira (19), o equivalente a R$ 18,9 mil…”

Para ler a reportagem na íntegra, cliquem aqui

Beijos!